Sono ‘clean’ é a nova tendência de saúde (e beleza)

Depois da alimentação “clean”, a nova tendência de saúde é o sono “clean”. A palavra em inglês “clean” significa “limpo”. Logo, esse seria um sono “limpo”. E, claro, a principal adepta da prática é a atriz Gwyneth Paltrow. Em uma matéria escrita para a versão on-line do jornal britânico Daily Mail, a atriz explicou o que é o sono “clean” e qual sua importância para a saúde.

Enquanto na alimentação “clean” a ideia é consumir produtos em seu estado natural e evitar alimentos processados, o sono consiste em dormir entre sete e nove horas por noite e o mais importante, que esse sono seja de alta qualidade. Gwyneth, que ressalta que não é uma especialistas no assunto, afirma que o sono desempenha um papel tão poderoso na regulação do apetite e dos níveis de energia que essa deveria ser a principal prioridade na vida das pessoas, antes mesmo da dieta.

“Meu especialista em nutrição Frank Lipman explicou que um sono de má qualidade pode perturbar o metabolismo e os hormônios, o que pode levar ao ganho de peso, mau humor, memória ruim e confusão mental, bem como condições de saúde preocupantes, como inflamação e baixa imunidade (o que pode aumentar o risco de doença crônica). E é óbvio que o sono pobre é terrível de uma perspectiva de beleza”, escreveu no Daily Mail.

Ainda segundo ela, embora existam diversos truques de beleza, nada se compara ao papel de uma boa noite de sono.

Nove é o ideal

A cientista nutricional e conselheira hormonal Laura Lefkowitz compartilhou algumas dicas de como alcançar o regenerador sono “clean”.  Segundo ela, a melhor forma de envelhecer bem, manter a silhueta, ter pele e cabelo brilhante é ter nove horas de sono por noite. Nosso corpo se repara e desintoxica durante a noite e esse é o processo que permite que você acorde na sua melhor forma no dia seguinte.

Uma das principais para a importância do sono para a juventude é que ele desempenha um papel essencial na manutenção dos níveis hormonais. Quando seu sono é pobre em qualidade e quantidade, a liberação dos hormônios fica prejudicada. Além de desencadear problemas de metabolismo, o cansaço é um estressor e o stress estimula a produção de cortisol e de insulina, os quais por sua vez acionam seu corpo para armazenar gordura. O stress também reduz o glucagon, hormônio produzido pelo pâncreas e que instrui o corpo a queimar gordura.

A privação de sono também aumenta a produção de tiroxina, hormônio produzido para te ajudar conseguir aguentar o dia todo após uma noite mal dormida. O problema é que níveis elevados de tiroxina – hormônio vital para uma boa digestão, função cardíaca e muscular e desenvolvimento cerebral – podem, ao longo do tempo, levar à má função da tireoide, que, por sua vez, leva ao ganho de peso e fadiga.

O cansaço também faz os níveis de grelina, hormônio que regula a fome e saciedade, subirem, aumentando a fome e o apetite, especialmente para carboidratos.

Como conseguir um sono “clean”?

Algumas dicas para conseguir esse sono limpo e restaurador são: meditar; evitar beliscar ou fazer lanchinhos durante a noite – o processo digestivo pode atrapalhar o o sono -; antes de dormir, ativar pontos do corpo com um efeito terapêutico; massagear os pés e usar travesseiro ou fronha de cobre.

Vicky Vlachonis, osteopata e especialista em dor, explica que alguns pontos do corpo com efeito terapêutico ficam localizados na cabeça e para aliviar recomenda: colocar as mãos na parte de trás da cabeça e contar de quatro a cinco dedos a partir da parte de trás da orelha, visando a sua linha do cabelo na base do crânio. Em seguida, use a mão esquerda para o lado esquerdo (e vice-versa) e aplique uma pressão suave com cada polegar. Você saberá que localizou o local correto quando sentir um ponto macio. Para soltar cada ponto de tensão, aplique uma pressão suave com o polegar, segurando-o movendo o dedo lentamente em um movimento circular por dez segundos.

Já o papel do travesseiro ou fronha feitos com finos fios de óxido de cobre poderiam ajudar a prevenir a formação, e até mesmo reduzir, as rugas, de acordo com estudos já realizados. O cobre desempenha um papel importante em ajudar a aumentar a elastina e o colágeno na pele e acredita-se também que ele tem propriedades antimicrobianas que combatem as bactérias e que poderiam ajudar a controlar os pontos de acne. Ao deitar em uma superfície com o material, íons de cobre são supostamente transferidos para as camadas superiores de sua pele, onde contribuiriam para a renovação celular.

+ Informações