Sabadão Solidário: Hemoba recebe doadores de sangue em Itaberaba

Saúde

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) promove no próximo sábado, dia 22 de julho, mais uma edição do projeto Sabadão Solidário. A unidade de coleta e transfusão (UCT) do município de Senhor do Bonfim atende os candidatos interessados em realizar doação de sangue e cadastro de medula óssea em horário especial, das 7h30 às 12h30. No município de Itaberaba, o atendimento acontece na unidade móvel de coleta (Hemóvel), em frente ao Mercado Velho, das 8h às 18h. A iniciativa dá oportunidade aos interessados, que tem dificuldade de comparecer durante a semana nos pontos de coleta, de fazer a doação de sangue ou o cadastro de medula óssea.

Em Salvador, o hemocentro cordenador, localizado na Ladeira do HGE, funciona em horário normal, das 7h30 às 12h30.

O objetivo da Hemoba é reforçar o estoque de sangue para atender todos os pedidos das unidades de saúde com segurança, além de sensibilizar a população sobre a importância de realizar doações regulares.

No dia de atendimento, o Hemóvel precisa interromper as atividades por uma hora para alimentação da equipe – o horário da pausa pode variar de acordo com o fluxo de doadores. O cadastro de doadores será encerrado assim que completar a capacidade máxima de atendimento diário.

Sobre a doação de sangue

Doar sangue é um ato simples, rápido e seguro. O organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação. Todo o material utilizado na coleta é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador.

Para doar sangue, o voluntário deve portar um documento oficial com foto, estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. É necessário estar descansado (ter dormido pelo menos 6h nas últimas 24h) e bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura.

Sobre o cadastro de medula óssea

Para incluir os dados no Redome, o candidato precisa ter entre 18 e 55 anos incompletos, gozar de boa saúde, preencher um formulário com dados pessoais e realizar a coleta de uma amostra 5ml de sangue para testes de compatibilidade.

Os dados pessoais e os resultados dos testes da amostra de sangue serão armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados de pacientes que estão necessitando de um transplante. Em caso de compatibilidade, o doador é chamado para exames complementares e para realizar a doação de medula óssea.

Mais informações podem ser acessadas através do site da Hemoba (www.hemoba.ba.gov.br), das páginas oficiais da Fundação no Facebook (fb.com/hemoba) e no Instagram (@hemobaoficial).