Imagens chocantes de doentes mentais causam indignação na Índia

Dezenas de pacientes com transtornos mentais foram encontrados nus e imundos no ambiente infestado de moscas de um hospital público próximo a Calcutá, no leste da Índia. As imagens, divulgadas por uma ONG indiana, provocaram uma onda de protestos em todo o país e chegaram às manchetes dos grandes meios de comunicação.

As fotos destes pacientes vivendo em condições deploráveis foram publicadas no Twitter pela ONG Anjali, que visitou nesta semana este estabelecimento situado no estado de Bengala Ocidental. “As fotos não podem descrever a realidade. O cheiro fétido era insuportável, simplesmente era algo desumano”, considerou nesta quinta-feira Ratnaboli Ray, fundadora da organização.

“Havia ao menos 20 mulheres nuas em uma sala, obrigadas a dormir no chão porque as camas estavam infestadas de percevejos”, indicou, lembrando que alertou em vão as autoridades em outras ocasiões sobre as condições neste estabelecimento, que acolhe 400 adultos afetados por transtornos ou deficiências mentais.

As autoridades prometeram “enviar uma equipe para fazer um balanço (da situação) e tomar medidas”.

Cerca de 1,5 milhão de pessoas sofrem com transtornos mentais na Índia, e apenas uma pequena parte deles recebe tratamentos adaptados, segundo estudos publicados em revistas médicas. A maioria é vítima de discriminação e abusos, vivendo em estabelecimentos cujas condições são insalubres.

Na Índia, várias famílias consideram os transtornos mentais como castigo, resultado de atos realizados em vidas anteriores.