Exercício simples queima mais calorias do que 30 minutos de corrida

Se você não se adapta ao ambiente da academia, prefere atividades físicas simples e sem aparelhos, mas quer ir além da tradicional corrida, vale apostar então em outro exercício muito fácil capaz de queimar muitas calorias e que você provavelmente praticou durante a infância: pular corda.

Pular corda emagrece e define músculos

pular corda 0117 400x600© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA pular corda 0117 400×600

Pesquisas apontam que 10 minutos pulando corda pode emagrecer mais do que 30 minutos de corrida, queimando cerca de 330 calorias, enquanto a corrida faria você perder 270 calorias. A atividade ainda aumenta a resistência cardiovascular, desenvolve a coordenação e fortalece e define pernas e bumbum.

Como emagrecer pulando corda

Mas mesmo sendo bastante simples, a atividade também exige cuidados e orientações específicas, começando pela escolha certa da corda. As cordas de plástico com rolamentos são as melhores opções e o tamanho depende da altura de quem vai praticar. Para pessoas entre 1,50m e 1,80m de altura, acorda ideal deve ter cerca de 2,65m, por exemplo. Quem é mais alto deve usar um acessório de 2,85m.

mulher pula corda© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA mulher pula corda

Durante o exercício, use roupas confortáveis e tênis com amortecimento que suporte o impacto dos altos para evitar lesões nas articulações. O ideal é ainda pular corda em pisos mais macios, como gramado ou carpete, em vez de concreto ou asfalto.

Mantenha o corpo reto, olhando para frente, e comece a pular corda com os dois pés. Aterrisse com a parte da frente dos pés e joelhos levemente dobrados e dê saltos com as pernas estendidas.

mulher pulando corda 0916 400x800© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA mulher pulando corda 0916 400×800

Para intensificar a atividade com a corda, realize treinos intervalados: pule 30 segundos em velocidade baixa, seguidos de outros 30 segundos aumentando um pouco o ritmo, e mais 30 segundos girando em velocidade rápida. Descanse e comece outra vez até completar 10 minutos. Quando conquistar maior condicionamento físico, aumente para 20 minutos ou 30 minutos.

As articulações de joelho, tornozelo e quadril sofrem grande impacto com o exercício de pular corda, portanto, não é indicado realizar a atividade diariamente. Dê pelo menos um dia de descanso entre as sessões. Quem sofre com problemas nas articulações, hipertensão, problemas cardiovasculares e obesidades deve evitar a modalidade.

+ Informações

Deixe uma resposta