Câncer de Pele – Aprenda a identificar

O caso do nadador australiano Mack Horton, ouro nos 400 m nado livre nos Jogos Olímpicos do Rio  que foi alertado sobre um tumor de pele por um fã, levantou a preocupação sobre o câncer de pele.

Saiba como identificar estes tumores de acordo com a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia):

Sinais e sintomas

O câncer da pele pode se assemelhar a pintas, eczemas ou outras lesões benignas. Assim, conhecer bem a pele e saber em quais regiões existem pintas faz toda a diferença na hora de detectar qualquer irregularidade. Somente um exame clínico feito por um médico especializado ou uma biópsia podem diagnosticar o câncer da pele, mas é importante estar sempre atento aos seguintes sintomas:

  • Uma lesão na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente;
  • Uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho;
  • Uma mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento.

Aqui você encontrará a metodologia indicada por dermatologistas para reconhecer as manifestações dos três tipos de câncer da pele: carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma. Para auxiliar na identificação dos sinais perigosos, basta seguir a Regra do ABCD. Mas, em caso de sinais suspeitos, procure sempre um dermatologista. Nenhum exame caseiro substitui a consulta e avaliação médica.

REGRA DO ABCD

ASSIMETRIA

Assimétrico: Maligno

1 2

Simétrico: Benigno

3

BORDA

Borda irregular: maligno

4 5

Borda regular: benigno

6

COR

Dois tons ou mais: maligno

7 8

Tom único: Benigno

9

DIMENSÃO

Superior a 6mm: provavelmente maligno

10 11

Inferior a 6mm: provavelmente benigno

12

Outros

melanoma
Melanoma
carcinoma-espinocelular
Carcinoma Espinocelular
carcinoma-basocelular
Carcinoma Basocelular

+ Informações