Baixa de testosterona pode causar uma série de transtornos

Segundo especialistas, quando um homem atinge a idade dos 75 anos, seu corpo já tem cerca de 35% a 50% menos testosterona do que um jovem de 20 anos. A falta deste hormônio pode causar muitas doenças, inclusive o câncer.

Alguns sintomas são clássicos como a perda de libido, fadiga e desânimo. Contudo, um homem que é acometido pela baixa de testosterona pode sofrer muito mais que estes incômodos. Essa é a realidade de todas as pessoas, inclusive mulheres podem ter efeitos negativos durante a menopausa por conta da falta deste hormônio. Porém, como se trata de uma substância tipicamente masculina, por ser andrógena, os indivíduos deste gênero possuem mais propensão com reações inconvenientes em seu corpo.

Entre os principais indícios que algo está errado no seu organismo são:

Perda da libido (falta de apetite sexual)
–    Cansaço e fadiga extrema.
–    Dores de cabeça constantes.
–    Desânimo e depressão.
–    Osteoporose.
–    Disfunção erétil e ejaculação precoce.
–    Ganho de peso e perda de cabelo.
–    Concentração de tecido adiposo no abdômen.
–    Câncer de próstata.

Sendo um hormônio de extrema importância para a manutenção da saúde, tanto de homens, quanto de mulheres, a testosterona pode ser reposta quando um especialista diagnostica a necessidade do procedimento Esta reposição hormonal se dá a partir de remédios orais, adesivos ou injetáveis que são capazes de proporcionar aumento de testosterona no corpo, com isso, muitos benefícios são alcançados como a reversão desses sintomas descritos acima, bem como a prevenção do câncer de próstata.

No entanto, os medicamentos criados para suprir essa baixa de testosterona têm como um de seus efeitos o ganho expressivo de massa muscular magra e, desde a década de 70, isso tem chamado atenção de muitas pessoas, que por interesse estético, fazem o uso indiscriminado destas drogas.

Uso de anabolizantes para crescimento de músculos:

Os anabolizantes foram desenvolvidos a fim de que fosse uma alternativa de cura ou tratamento para pessoas que sofrem de disfunção hormonal, obesidade, HIV, entre outras doenças. Porém, há anos, eles são facilmente comprados, no mercado negro, por pessoas saudáveis que querem ganhar músculos e perder peso durante suas atividades físicas. Fazem parte deste grupo, salvo alguns, os fisiculturistas, bodybiulders e amantes de práticas esportivas em geral.

Por ser uma droga bastante eficiente, quem faz o uso realmente consegue atingir seus objetivos. Mas, contudo, como todo qualquer medicamento, os anabolizantes também têm efeitos colaterais e, por mais que existam técnicas de TPC ? Terapia Pós Ciclo, as pessoas que adotam esta prática ainda podem sofrer com as reações adversas graves e irreversíveis, tais como:

?    Impotência sexual
?    Queda de cabelo
?    Câncer de próstata
?    Ginecomastia
?    Atrofia dos testículos

Entre outros efeitos que podem variar de acordo com a substância injetada ou ingerida.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, um homem que deseja iniciar um tratamento de reposição hormonal deve comprovar a baixa de testosterona através de exames laboratoriais com acompanhamento médico.

“Estilo de vida saudável, conquistado com uma dieta equilibrada, a prática de exercícios físicos de forma regular, uma boa qualidade do sono, não formar e não engordar são ótimas recomendações que podem retardar ou impedir o aparecimento da deficiência de testosterona e seus sintomas”, segundo site da SBEM

A suplementação natural que estimula a produção de testosterona no organismo parece ser uma boa alternativa para conseguir músculos com 0% de chances de efeitos colaterais. Suas fórmulas são livres de químicas e tem resultados tão eficazes quanto os anabolizantes, entretanto, o indivíduo que recorre a esta prática não expões a sua saúde, já que as reações adversas são nulas para este caso.

Desta forma, é possível afirmar que reeducação alimentar e suplementação natural são métodos seguros e eficazes para os homens que desejam prevenir doenças, retardar sintomas do declínio de testosterona e ainda conseguirem massa muscular magra de forma rápida e eficiente .